Como a inteligência artificial está sendo usada na contabilidade?

A Inteligência Artificial evolui a cada dia. Ela está presente em nossas rotinas, em diversas áreas de nossas vidas, facilitando o cotidiano e auxiliando em muitas áreas e ramos de negócios. Inclusive, a Inteligência Artificial está sendo usada na contabilidade para otimizar processos e reduzir custos operacionais.

Ao contrário do que se pensava, que a contabilidade teria diminuição de sua importância com o advento dos softwares e programas facilitadores de processos, a área vem se destacando para aqueles que buscam se informar, aprender e se atualizar com as novas técnicas, programas demandas e respostas da tecnologia diante dos cenários contemporâneos.

Inteligência Artificial: O que é?

As máquinas estão, de fato, cada vez mais habilitadas a aprender com os seres humanos as mais diversas funções. A Inteligência Artificial se desenvolve para que as máquinas possam se aproximar dos seres humanos, reconhecendo padrões de preferências e armazenando informações, assim são capazes de atuarem como assistentes.

Desta forma, elas fazem conexões e padrões que são capazes de darem respostas para as necessidades requeridas. O que facilita os processos.

Aplicação na contabilidade

Sistemas de gestão como os ERP (Enterprise Resource Planning) que são criados para integrar todos os dados das empresas em um só sistema, facilitam o planejamento de recursos. Eles são programados para fazer o uso do Big Data e fornecer dados abrangentes para que os analistas possam medir com precisão os gastos, por exemplo, de áreas, setores e até pessoas de determinado departamento. Toda essa automação ajuda a melhorar fluxos e gastos o que otimiza todo o processo.

Em resumo, o uso da Inteligência Artificial na contabilidade é capaz de influenciar os contadores para repensarem o atendimento aos seus clientes e facilitar as tarefas.

O novo contador

Como os sistemas automatizados, o contador contemporâneo mais do que ser capaz de inserir dados e calcular taxas, valores e gastos, poderá dedicar-se a analisar todas essas variáveis e reorientar investimentos e práticas para ajudar seus clientes a terem negócios mais lucrativos.

Com a redução dos trabalhos operacionais, por meio das automações, o contador, ao invés de ter de avisar a determinado cliente que ele ainda não enviou informações para fechar a folha, deverá ser capaz de programar um robô, ou assistente virtual, para lembrar este cliente e assim receber a informação e processá-la.

Ao invés de demandar tempo para tarefas repetitivas, com o auxílio da Inteligência Artificial, ele poderá se dedicar ao relacionamento e captação de novos clientes para o desenvolvimento de seus negócios.

Conclusão

Não há motivo para temer ser substituído pela máquina, mas há que buscar estudar e se aperfeiçoar para estar dentro deste novo formato de transição e relacionamento entre máquina e homem.

Saber utilizar ferramentas que otimizam os processos, estar em dia com as novas tecnologias e assim, ganhar tempo para se dedicar à estratégia, liderança, atendimento ao cliente e demais a fatores que agreguem valor ao seu trabalho e de seus clientes são a chave para destacar-se nesse novo cenário.

E você o que acha sobre a relação de como a Inteligência Artificial está sendo usada na contabilidade?

Deseja estudar mais sobre Ciências Contábeis? Conheça nosso curso