Afinal, qual a demanda por profissionais especializados em fisiologia do exercício?

Receba informações sobre nossos cursos e  novidades da Faculdade do Seridó.

Quando falamos sobre a fisiologia do exercício, estamos abordando uma área do conhecimento. Portanto, nenhuma profissão pode tomar esse conhecimento como específico de seu campo de atuação. Pelo contrário, é uma especialização que tem muito a contribuir e também aprimorar o trabalho de diversos profissionais.

Pensando nisso, qualquer um que seja da área da saúde e queira esse conhecimento, pode ter acesso a ele. Tal conhecimento é adquirido por meio de um curso de especialização oferecido por instituições de ensino superior. Com ele, o profissional de diversas áreas está apto para atuar focado no funcionamento do corpo humano durante a movimentação.

Saiba mais sobre as áreas que aderem a esse conhecimento e quais as suas demandas.

Educação Física

Ainda que pareça algo restrito ao campo do educador físico, não é, porém, ele é um dos profissionais aptos a atuar também nessa modalidade, isso por razões óbvias. Ele acaba se aprimorando profissionalmente. Esse profissional mantém a função de prescrever atividades físicas, o grande diferencial é que pode fazer isso voltado a pessoas com doenças e outras dificuldades.

Fisioterapia

Os fisioterapeutas possuem em sua formação a capacidade de reabilitar, principalmente, aspectos ligados ao movimento humano. Ao se tornarem especialistas em fisiologia do exercício, sua gama de recursos aumenta, uma vez que podem trabalhar também com a musculação como uma ferramenta de reabilitação e recuperação para os seus pacientes.

Nutrição

Outro profissional que também pode usar a musculação como ferramenta em seus tratamentos é o nutricionista. Ele é responsável pela prescrição de dietas para seus pacientes, seja qual for a função do tratamento. A partir da especialização, a musculação também entra nesse tratamento, pois o nutricionista será apto a adaptar dieta e exercício físico aos seus pacientes.

Medicina

De forma geral, há diferentes especialidades dentro da medicina que podem ter a fisiologia do exercício como ferramenta para tratamento de doenças ou reabilitação. De uma forma geral, é possível indicar musculação para seus pacientes de acordo com as necessidades desse indivíduo e sua saúde no momento.

É importante destacar também que, ainda que esse curso esteja aberto a vários profissionais da saúde, ele não é capaz de alterar as áreas de atuação. Um nutricionista que possui essa certificação, por exemplo, continua a trabalhar em nutrição, curso no qual é formado, porém com o acréscimo do conhecimento adquirido em fisiologia.

Lembrando que o educador físico mantém as suas funções, para as quais buscou a sua formação. O que essa especialização traz, é a possibilidade de aprimorar o trabalho de outros profissionais da saúde. Em hipótese alguma, esses outros profissionais podem atuar como educador físico em suas funções de formação.

A especialização em fisiologia do exercício é um investimento na carreira de um profissional. É imprescindível para aqueles que desejam aprimorar os seus conhecimentos e ampliar as opções e ferramentas na execução de seu trabalho.

Assim, todos saem ganhando, o profissional, que adquire conhecimento respeitando sua área de atuação, e o paciente, que ganha tratamentos ainda mais personalizados.

Gostou? Entre em contato conosco e saiba mais sobre essa especialização!